Arvores Nativas de Peroba Poca

Arvores Nativas de Peroba Poca

Caracteristicas das Arvores Nativas de Peroba Poca

Sinonímia botânica: Aspidosperma lagoense Mull. Arg.,

Aspidosperma brevifolia Rusby.
Família: APOCYNACEAE
Outros nomes comuns: peroba-rosa, peroba-iquira.

CARACTERÍSTICAS E USOS DA MADEIRA1a Arvores Nativas de Peroba Poca
Moderadamente pesada e de grande durabilidade quando não está em contato com o solo e a umidade. Usada na construção civil como assoalho, batentes, vigas e caibros; na construção naval; em obras externas como postes e mourões e na confecção de vagões e carrocerias.
1b Arvores Nativas de Peroba PocaOBSERVAÇÕES ECOLÓGICAS E OCORRÊNCIA
Espécie secundária agressiva em formações degradadas, mas presente nas mais preservadas, decídua. Ocorre no Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás e Minas Gerais, típica das matas de planalto, principalmente nas regiões mais quentes.CARACTERÍSTICAS GERAIS  1c Arvores Nativas de Peroba Poca
5 a 15 metros de altura. Tronco profundamente sulcado longitudinalmente, casca com tecido protetor de espessura variável (súber), ramos castanho-claros, com lenticelas. Folhas simples, com latéx, elípticas ou ovadas, cerca de 7cm de comprimento, superfície brilhante, face interior mais clara e opaca, com nervura principal saliente, pecíolo com 2-4 cm de comprimento. Inflorescencia com flores amarelas. Fruto folículo, cilíndrico, castanho escuro, lenhoso e com lenticelas, 8cm de comprimento. Sementes aladas, oblongas, com cerca de 10 pares.

Flor: setembro a janeiro.
Fruto: março a junho.

Fonte:http://www.esalq.usp.br/trilhas/lei/lei01.php


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Powered by http://wordpress.org/ and http://www.hqpremiumthemes.com/