Arvores Frutiferas -Mudas de Arvores Frutiferas

Plantação de árvores frutíferas – benefícios à saúde e ao bolso do pequeno agricultor

Seja como um empreendimento visando lucros, a melhoria da qualidade de vida ou o lazer, o pomar tem seu lugar e sua necessidade numa propriedade rural

Publicado em: 26/04/2013

 
arvores frutiferas cursos cpt Arvores Frutiferas  Mudas de Arvores Frutiferas

 

O cultivo de fruteiras é de grande importância para a melhoria da qualidade nutritiva da alimentação e, consequentemente, para a melhoria da saúde das famílias. E por assim ser, a importância nutritiva das frutas na alimentação é conhecida e desejada por todos.

“Comer frutas e hortaliças é indispensável para a manutenção de uma boa saúde, em virtude do fornecimento de calorias, carboidratos, vitaminas, minerais e, até mesmo, de proteínas”, afirma o professor Dalmo Lopes de Siqueira, do curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

Em relação às vitaminas, frutas como manga, goiaba-rosa, maracujá amarelo, mamão e o pêssego são as campeãs em vitamina A. Tamarindo, amêndoa, figo, ameixa, laranja, cereja e framboesa são as que contêm maior porcentagem de vitamina B. Mas, quando se fala em fruta, a vitamina C logo vem à cabeça. A acerola, goiaba, mamão, manga, moranguinho, caju, laranja, limão, abacaxi, maracujá e banana, são as frutas mais conhecidas que mais contêm essa vitamina. Portanto, pelo menos algumas dessas espécies não podem faltar em um pomar.

m 3arvores frutiferas cursos cpt Arvores Frutiferas  Mudas de Arvores FrutiferasEm relação às vitaminas, frutas como manga, goiaba-rosa, maracujá amarelo, mamão e o pêssego são as campeãs em vitamina A

Comercialmente, o cultivo de árvores frutíferas em pequenas áreas visa, também, a produção de frutas para o comércio direto e para a indústria de polpa, sucos e doces. Assim, a exploração de um pomar nos dias atuais nem sempre é feita por pessoas que vivem e dependem diretamente da agricultura, isto é, não são agricultores tradicionais.

Outro valor que as frutas têm é o valor econômico ou comercial. Pode-se ganhar dinheiro, explorando uma área de sua propriedade com um pequeno, mas bem formado pomar. A produção pode ser comercializada na sua própria cidade, entregue em hotéis, restaurantes, supermercados, vendida direta mente ao consumidor ou para fábricas de doces, geleias e sucos

Nas últimas décadas devido às transformações sociais e econômicas no campo e devido à concentração da população urbana, surgiu, principalmente próximo aos centros urbanos, um novo tipo de agricultor: o agricultor de sítios e chácaras, com a grande maioria morando e tendo suas atividades profissionais nas cidades.

Seja como um empreendimento visando lucros, a melhoria da qualidade de vida ou para lazer, o pomar tem seu lugar e sua necessidade numa propriedade rural.

m 4arvores frutiferas cursos cpt Arvores Frutiferas  Mudas de Arvores FrutiferasA exploração de um pomar nos dias atuais nem sempre é feita por pessoas que vivem e dependem diretamente da agricultura

Leia mais sobre o tema:

Plantação de árvores frutíferas – a formação do pomar

Plantação de árvores frutíferas – seleção das mudas para o plantio

Plantação de árvores frutíferas – 6 passos para o plantio correto

Plantação de árvores frutíferas – manejo do pomar

Confira mais informações, acessando os cursos da área Fruticultura.

Por Silvana Teixeira
Fonte: Leia mais: http://www.cpt.com.br/cursos-fruticultura-agricultura/artigos/plantacao-de-arvores-frutiferas-beneficios-a-saude-e-ao-bolso-do-pequeno-agricultor#ixzz2RoBL5FUj

 

As espécies de árvores frutíferas escolhidas para a formação do pomar devem ser aquelas que melhor se adaptem às condições de clima e solo da região

Publicado em: 26/04/2013

 
arvores frutiferas cursos cpt Arvores Frutiferas  Mudas de Arvores Frutiferas

 

As espécies de árvores frutíferas escolhidas para a formação do pomar devem ser aquelas que melhor se adaptem às condições de clima e solo da região, e que tenham maior aceitação e melhor aproveitamento da fruta ao natural ou transformada em suco, geleia, compota, e outros.

“A maioria das plantas frutíferas produz em uma época definida do ano. Assim, é importante que sejam cultivadas espécies diversas se o objetivo é ter um a produção de frutas durante o ano todo”, afirma o professor Dalmo Lopes de Siqueira, do curso Produção Comercial de Frutas em Pequenas Áreas, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas.

As frutíferas podem ser classificadas em função de suas exigências climáticas. As espécies de clima temperado, quando forem utilizadas mudas de raíz nua, devem ser plantadas nos meses de julho e agosto, por exemplo. E quando as mudas forem de torrão o plantio já pode ocorrer ao longo do ano, desde que se disponha de irrigação. As espécies de clima tropical e subtropical devem ser plantadas no período de chuvas, ou até mesmo na seca, se houver água disponível.

A época de colheita das frutas, das diversas variedades e espécies, pode variar de uma região para outra em função das condições climáticas e do manejo da cultura. Sendo assim, abaixo as principais épocas de colheita das frutas de algumas espécies e variedades:

Abacateiros: principalmente entre abril a
setembro; entretanto, com o cultivo de
variedades diversas pode-se ter colheita
o ano todo;
Laranja Hamlin: março a junho;
Abacaxi Pérola: abril a julho; Limão Siciliano: janeiro a abril;
Abacaxi Smooth cayenne: outubro a fevereiro; Limão Tahiti: dezembro a junho;
Ameixeira: novembro a janeiro; Limão Galego: novembro a abril;
Bananeira: ano todo; Limão Cravo:  abril a junho;
Caquizeiro: fevereiro a maio; Macieira: dezembro a fevereiro;
Caramboleira: novembro a janeiro; Mamoeiro: ano todo;
Coqueiro: agosto a março; Mangueira: novembro a março;
Figueira: dezembro a abril; Maracujazeiro: janeiro a junho;
Goiabeira: janeiro a abril; Marmeleiro: janeiro a fevereiro;
Jabuticabeira: setembro a dezembro; Nectarina: outubro a dezembro;
Laranja Natal: julho a novembro; Nespereira: agosto a novembro;
Laranja Valência: setembro a janeiro; Pereira: janeiro a fevereiro;
Laranja Bahia: março a julho; Pequizeiro: novembro a janeiro;
Laranja Baianinha: março a julho; Pessegueiro: novembro a fevereiro;
Laranja Serra d’água: março a junho; Tangerineiras Poncã: abril a setembro;
Laranja Campista: março a julho; Tangerineiras Murcotte: junho a outubro;
Laranja Piralima: março a junho; Tangerineiras Rio: abril a julho;
Laranja Itaboraí: julho a setembro; Tangerineiras Cravo: março a agosto;
Laranja Lima: março a junho; Tangerineiras Dancy: julho a setembro;
Laranja Pera: maio a fevereiro; Videira: dezembro a fevereiro.
Laranja Sanguínea: março a junho;

Leia mais sobre o tema:

Plantação de árvores frutíferas – benefícios à saúde e ao bolso do pequeno agricultor 

Plantação de árvores frutíferas – seleção das mudas para o plantio

Plantação de árvores frutíferas – 6 passos para o plantio correto

Plantação de árvores frutíferas – manejo do pomar

Confira mais informações, acessando os cursos da área Fruticultura.

Por Silvana Teixeira


Fonte:
Leia mais:
http://www.cpt.com.br/cursos-fruticultura-agricultura/artigos/plantacao-de-arvores-frutiferas-a-formacao-do-pomar#ixzz2RoC4JspD

Temos uma grande variedade de arvores frutiferas em vasos com porte arboreo e mudas frutiferas em balaio , assim chamados os sacos plasticos para mudas .
Essas mudas em balaio muitas vezes usadas para reflorestamento e recomposição de areas degradadas , em composição de APPS .

Somos produtores de mudas de arvores frutíferas para brindes, temos os mais variados tamanhos de mudas para serem comercializadas.

Temos mudas frutiferas de acerola, abacate, ameixa, cereja, lichia, jabuticaba entre outras frutas.
Gostariamos de comentar algo talvez o Sr(a) que esteja lendo este texto nuna tenha pensado , mas uma muda de arvore  frutifera é um sonho de consumo.
Se formos analizar que a maioria das pessoas que ainda não possuem sua própria chácara ou seu cantinho rural , tem como sonho ter um pedaço de terra com arvores frutiferas.
Também devemos lembrar que quando se trata de reflorestamento , temos que ter varias especies , principalmente arvores frutiferas em vasos , isso se deve que a ideia de reflorestar esta em recompor um bioma , em poucas palavras não so o homem mas todos animais daquela região tem que ter o alimento apropriado para recompor uma área degradada.
Temos uma reportagem abaixo , que entre tantas que encontramos ,sobre pessoas conscientes preocupadas com o meio ambiente , principalmente com arvores frutiferas.
Na região em que fica nosso viveiro em Tupã , temos cidades em que as prefeituras colocaram centenas de arvores frutiferas em toda cidade , e na pista com um recuo para que os automóveis possam parar sem por em risco as pessoas e famílias que param para colher essas frutas.
Deus nos du de graça esses recursos porque ainda existe fomo no mundo , alem de preservar o planeta , as pessoas tem abundancia e de graça.

Morador do Jardim Ouro Verde planta arvores frutíferas em praça do bairro

Vendo a situação em que se encontra a Praça das Cerejeiras, no Jardim Ouro Verde, um morador do local decidiu por conta própria dar mais vida para o lugar
Antigamente, a Praça realmente contava com arvores frutiferas  de cerejeiras, mas que, por conta das podas feitas de forma errada e pela falta de cuidados, acabaram morrendo.
Kayo Gustavo Dias, 28, gerente de restaurante, procurou a reportagem e disse que no ano passado a Prefeitura até esteve no local pintando o chão, restaurando os bancos e plantando algumas plantas e árvores no lugar das antigas arvores frutiferas cerejeiras, que tinham sido arrancadas.
Mas depois disso, não voltou mais ao local. Como a grama foi plantada somente em alguns lugares, quando chove o barro que fica onde seria uma parte do jardim da praça acaba escorrendo todo pelas ruas da região.
Diante disso, ele resolveu arregaçar as mangas e fazer por si próprio alguma coisa para mudar a situação. “Sempre tive essa ideia de plantar árvores frutíferas e por isso eu mesmo tomei a iniciativa de começar o projeto. Comprei a cavadeira e outras ferramentas, busco as mudas das árvores no horto da Vila Brasil – onde distribuem as mudas de forma gratuita – e venho fazendo o trabalho de plantar e cuidar das árvores”, contou.
Com a ajuda dos amigos, conseguiu as estacas de madeira que marcam onde as árvores foram plantadas, e também as confecções de placas, que identificam as plantas como frutíferas e, por isso, pedem para que elas não sejam arrancadas. “As únicas coisas que tive que realmente comprar foram as ferramentas”, disse.
Quando fica muito tempo sem chover, Kayo também vai até o local para regar as mudas das arvores frutiferas e conta com a ajuda de uma das vizinhas do local.
Até o momento, ele já plantou 20 mudas de árvores de frutas como goiaba, graviola, manga, acerola, pitanga, entre outras. No entanto, cinco acabaram não vingando e outras duas foram arrancadas. Hoje, ainda existem 13 mudas  dessas arvores frutiferas sendo cuidadas pelo gerente.
Como no horto ele só pode pegar cinco mudas de árvores por vez, Kayo vai fazendo o plantio aos poucos.
Fonte:http://www.diariodeourinhos.com.br/tablet/noticia.asp?cod=9600
mudas frutiferas roma 300x224 Arvores Frutiferas  Mudas de Arvores Frutiferas

Mudas frutiferas de roma


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Powered by WordPress and HQ Premium Themes.